O que é Pectus? | Centro Clínico Orthopectus

As deformidades da parede torácica anterior são conhecidas como pectus carinatum ou "peito de pombo" e, pectus exavatum ou tórax escavado ou "peito de sapateiro". Elas são muito comuns, afetando milhões de pessoas em todo o mundo, mas permanecem ocultos da sociedade, porque as pessoas que têm estas deformidades tem geralmente vergonha do aspecto do seu peito, evitando roupas e atividades que tornam essas deformidades visíveis. Muitas vezes meninos com pectus evitam ficar no time de futebol sem camisa, tendem a evitar atividades em piscinas ou ir a praia.

Os primeiros relatos de deformidades tipo pectus foram identificados em obras de pinturas e esculturas do egito antigo que datam de 2400 ac. Embora Garcia, Seyfer e Graeber (1989) relatem uma incidência de um caso de pectus ex¬cavatum para cada 300 nascidos vivos e Haje, Haje e Si¬mio¬ni (2002) descrevam um caso de pectus para cada 100 es¬tudantes escolares examinados, tais deformidades são normalmente pouco conhecidas pela população em geral.

Conforme descrito, as deformidades pectus são muito comuns e eles não são apenas um problema cosmético. Eles também implicam problemas psicológicos para os pacientes e suas famílias, exigindo uma abordagem racional e uma discussão social para o benefício das pessoas que têm a condição.

Pectus Carinatum - Antes | Centro Clínico Orthopectus
Pectus Carinatum
Pectus Excavatum - Antes & Depois | Centro Clínico Orthopectus
Pectus Excavatum

Clinicamente, perto de 7000 pacientes foram observados por Haje S., Haje D. e Silva, de 1977 a abril de 2016 no nosso centro (Orthopectus). As deformidades pectus são variadas, e muitas vezes esteticamente diferentes umas das outros, mas com um fator causal comum - distúrbios na formação e no crescimento dos ossos e cartilagens anterior da parede torácica (veja o nosso artigo). Os fatores associados podem estar envolvidos na sua patogênese: hereditariedade, deformidades na coluna, como escoliose e / ou aumento da cifose torácica, e um perfil psicológico introvertido que agrava com o pico de crescimento na adolescência e o aumento natural da deformidade devido os ossos da parede torácica e as cartilagens de crescimento terem um crescimento anormal nesses pacientes.

Em 1990/91 Haje e colegas realizaram um experimento que resultou, pela primeira vez na história da Medicina (ver o nosso artigo), na reprodução das deformidades pectus em animais, sugerindo que essas deformidades podem ocorrer devido a uma desproporção entre o crescimento do esterno (osso do peito) e arcos costais (cartilagens costais e costelas).

O impacto psicológico de uma deformidade pectus pode ser devastador em um paciente e este impacto nem sempre está relacionado com a gravidade da deformidade. Sentimentos de frustração podem aumentar com a sugestão médica para aceitar a deformidade ou apenas tentar uma solução cirúrgica. Esse possível sofrimento psíquico que as deformidades muitas vezes trazem aos seus portadores, principalmente na adolescência e, às vezes, por toda a vida, especialmente naqueles com deformidades mais acentuadas, muitas vezes não é reconhecido pelos familiares ou por médicos, e é importante que o ortopedista ou médico assistente tenha conhecimentos sobre a etiologia, a patogênese, a fisiopatologia e as opções de tratamento dos diversos tipos de deformidade pectus.

4 Comentários

  1. Jose Carlos da Silva disse:

    Boa noite, eu tenho o peito escavado, não consigo ir a uma praia, e também tomar banho de piscina, pois tenho muita vergonha, eu quero saber quanto custa em média uma cirurgia dessa?

    • bemadmin disse:

      O seu sentimento é comum em portadores com pectus. Na nossa clínica não realizamos cirurgias. O nosso método de tratar o pectus escavatum ou peito escavado é um método não cirúrgico, baseado no uso de órteses e exercícios, e eventualmente com a associação de um dispositivo a vácuo.

  2. artrur disse:

    praticar natação ou fazer academia pode melhorar pectus carinatum

    • bemadmin disse:

      Olá. Veja no nosso site a parte de “perguntas frequentes” e clique no item 12: http://orthopectus.com.br/duvidas-frequentes/
      Mas resumidamente, a natação pode ser praticada sem problemas, mas ela não irá modificar o seu pectus. A musculação não disfarça o problema . Alguns casos a musculação inclusive piora se realizada sem o uso de uma órtese CDT ou CDTA, especialmente em pacientes em crescimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by themekiller.com watchanimeonline.co