Método Dinâmico de Remodelação (DR) do Tórax | Centro Clínico Orthopectus

A órtese CDT (Compressor Dinâmico de Tórax) por si só é ineficaz a menos que seja confeccionada corretamente e usada pelo número correto de horas diárias em cada etapa do tratamento, e aplicada com um programa de exercícios apropriados. O paciente deve ser examinado para uma avaliação da flexibilidade da deformidade e prognóstico do tratamento. A órtese deve ser feita por molde gessado prévio, de acordo com a deformidade. O paciente deve receber instruções apropriadas para que seu tratamento seja bem sucedido.

Acompanhamento médico especializado com documentação fotográfica e conduta adequada para solução de eventuais complicações, como a hipercorreção, são fundamentais para o sucesso do tratamento.

Nosso método é um procedimento médico e não recomendamos que profissionais não-médicos fiquem encarregados de sua supervisão. Aos pacientes de outros estados ou países, nossa supervisão pode ser dada por e-mail apenas após uma consulta inicial porque muitos detalhes têm que ser explicados ao paciente no início do tratamento.

A órtese CDT 1 foi desenvolvida em 1977 para tratar casos de pectus carinatum . A órtese CDT 2 foi criada em 1988 para tratar casos de pectus excavatum. Na figura abaixo mostramos as respectivas órteses nos seus primeiros modelos criados. Elas foram sendo aprimoradas ao longo dos últimos 40 anos.

Compressor Dinâmico de Tórax Centro Clinico Orthopectus
CDT1 – COMPRESSOR DINÂMICO DE TÓRAX
Compressor Dinâmico de Tórax Centro Clinico Orthopectus
CDT2 – COMPRESSOR DINÂMICO DE TÓRAX

Desde o final de 2015, o Compressor Dinâmico de Tórax Ajustável (CDTA) tornou-se a nossa órtese de escolha, pois torna o tratamento mais fácil para o médico e o paciente. O CDTA é patenteado, sendo de uso exclusivo dos médicos da Orthopectus e licenciados. Veja a figura abaixo e o vídeo para saber mais detalhes.

Adjustable Chest Compressor
Adjustable Chest Compressor

EXERCÍCIOS EM USO DE ÓRTESES CDT

Método Dinâmico de Remodelação (DR) do tórax. Na presença de escoliose a inclinação lateral do tronco deve ser feita predominantemente para o lado da convexidade da curva principal. Veja no artigo.

Exercícios em uso de órteses CDT - Centro Clinico Orthopectus

Exemplos de complicação

PEL - Exemplo de evolução com hipercorreção e conduta médica - Centro Clinico Orthopectus
PEL - Exemplo de evolução com hipercorreção e conduta médica
PCI- Exemplo de evolução com hipercorreção e conduta médica - Centro Clinico Orthopectus
PCI - Exemplo de evolução com hipercorreção e conduta médica

Powered by themekiller.com watchanimeonline.co