Como tratar pectus? | Centro Clínico Orthopectus

Em resumo, pacientes com pectus devem ser sempre tratados com uma órtese e exercícios específicos (método de Haje) como a primeira escolha de tratamento para o pectus carinatum e excavatum. Em alguns casos de tórax escavado nós associamos o vacuum bell como um tratamento de segunda opção para ajudar a melhorar os resultados do método Haje. Em nossa opinião a cirurgia apenas deve ser considerada se o tratamento não-cirúrgico falha e o paciente continua com uma deformidade grave associada a problemas psicológicos.

Os nossos resultados com o método do Haje são respeitados pelos comunidade científica e os nossos resultados são mostrados em capítulos de livros, e publicações em jornais científicos importantes, palestras, e na nossa página web.

Veja abaixo mais detalhes do método de tratamento do pectus pelo Dr. Haje:

Nicolas Andry, o homem considerado o "pai da Ortopedia", em seu livro L'orthopédie ou l'art de prev'enir et de corriger dans les enfants, les difformités du corps, publicado em Paris em 1741, observou que deformidades nos membros podiam ser corrigidas por meio de métodos conservadores de tratamento. Mais tarde, Julius Wolff descreveu o que é aceito como uma lei em Ortopedia: "O tecido ósseo é uma estrutura dinâmica que pode ser remodelado de acordo com forças externas."

O que temos vindo a fazer é usar esses conceitos para corrigir deformidades pectus. Apesar de ser sólido, osso e cartilagem vivos são substâncias que possuem a capacidade de remodelação. Quanto mais jovem o paciente, maior é sua / seu potencial para remodelação osteocartilaginosa, sendo que a ossificação e crescimento das placas endocondrais no esterno e costelas ocorrem ao longo da vida, tendo esses conceitos tem implicações importantes para a abordagem correta para deformidades pectus. Temos que atentar que os ossos e cartilagens da parede torácica anterior também sofrem efeitos diretos da Lei de Wolff, e que a flexibilidade apresentada no peito permite a utilização de forças externas para melhorar ou curar uma deformidade pectus. Forças corretivas podem alterar beneficamente padrões subsequentes de crescimento e ossificação. Então, usamos forças externas para modificar o crescimento e promover a remodelação de estruturas deformadas da parede torácica anterior. Tais opções terapêuticas, com base em princípios ortopédicos, têm se mostrado eficazes em pacientes com deformidades flexíveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by themekiller.com watchanimeonline.co